Vereadores de Marília prestigiam inauguração da estação de tratamento e homenageiam Ministro

por Ramon Barbosa Franco publicado 11/12/2020 15h42, última modificação 11/12/2020 15h42
Rogério Marinho, do Desenvolvimento Regional, esteve na solenidade de entrega representando presidente da República, Jair Messias Bolsonaro

Os vereadores Marcos Rezende (PSD), presidente do Poder Legislativo, Cícero do Ceasa (PL), vice-presidente da Câmara, Evandro Galete (PSDB), primeiro-secretário da Mesa Diretora, João do Bar (PP), segundo-secretário, Professora Daniela (PL), terceira-secretária da Mesa Diretora, e José Carlos Albuquerque (PSDB), prestigiaram na manhã desta sexta-feira, dia 11 de dezembro, a solenidade de inauguração das três estações de tratamento de esgoto de Marília. A cerimônia aconteceu na bacia do Palmital, localizada às margens da vicinal Marília-Dirceu, na zona rural da cidade. Autoridades municipais, como o prefeito Daniel Alonso (PSDB) e secretários, e autoridades do Governo Federal também participaram. O ministro do Desenvolvimento Regional, ex-vereador e ex-deputado federal pelo Rio Grande do Norte, Rogério Marinho, compareceu representando o presidente da República, Jair Messias Bolsonaro. O secretário nacional de Habitação do Governo Federal, Alfredo dos Santos, também esteve presente. Santos é nascido e crescido em Marília, cidade que ainda abriga parte de seus familiares. Daniel Alonso, Rogério Marinho e Alfredo dos Santos, por conta da restrição de horário em virtude dos critérios de prevenção à covid-19, foram as únicas autoridades a discursarem.

Representando os vereadores presentes, o presidente Marcos Rezende entregou para o ministro Rogério Marinho o título de Visitante Ilustre, honraria concedida pelo Poder Legislativo. A homenagem ocorreu logo após o discurso do prefeito Daniel Alonso, que também reconheceu Rogério Marinho como Hóspede Oficial do Município de Marília.

“Significativo este momento, pois entrega-se uma obra que garantirá vida às pessoas de Marília, mais saúde e preservação ambiental. O Ministério do Desenvolvimento Regional é também o ‘Ministério das Águas’ e aqui está se preservando a nossa água. O Brasil é mais que um país: é um continente. E nestes anos do governo Jair Bolsonaro não ocorre nenhum ato de corrupção”, salientou o ministro Marinho em seu discurso.

“A nossa gestão resolveu o maior problema ambiental de Marília e de mais de 90 municípios da região, pois o nosso esgoto era jogado in natura no rio do Peixe e seus afluentes. O tratamento de esgoto vai atrair novas empresas, mais empregos à população. Agradeço ao ministro Rogério Marinho e ao secretário Alfredo dos Santos pelo apoio para que essa obra tão importante se tornasse realidade em Marília”, destacou o prefeito.

Além da bacia do Palmital, outras duas bacias operam o sistema de tratamento de esgoto: a do Barbosa e a do Pombo. Ao todo, são 430 mil metros quadrados de construção, alusivo a 80 campos de futebol, permitindo o tratamento de mais de mil litros de esgoto por segundo.

A obra foi executada pela empresa de engenharia Replan, de Marília, e conduzida pela família Pavarini, através do administrador Reinaldo Pavarini. “Conquistamos hoje mais saúde, mais qualidade de vida, mais desenvolvimento econômico e, como não poderia ser diferente, mais esperança. A população recebe uma das maiores obras já construídas em 91 anos de sua história”, sintetizou o presidente da Câmara, Marcos Rezende.