Legislativo convocará suplente para votação de pedido de apuração de quebra de decoro

por Ramon Barbosa Franco publicado 26/08/2020 18h23, última modificação 26/08/2020 18h23
Parlamentar alvo da solicitação de investigação não pode se manifestar na votação e convocação ocorre em respeito ao quórum de 13 cadeiras

A Mesa Diretora da Câmara Municipal de Marília convocará o suplente do Partido Liberal (antigo Partido da República) para votar o pedido de instauração de apuração de quebra de decoro parlamentar apresentado pelo advogado de São Paulo contra a vereadora Professora Daniela (PL), atual terceira-secretária do Poder Legislativo. De acordo com as informações do presidente Marcos Rezende (PSD), a convocação respeita a legislação, uma vez que a parlamentar alvo de pedidos semelhantes tem vetada a sua manifestação e, para alcançar o quórum de 13 cadeiras legislativas, se faz necessária a convocação do suplente.

“O suplente desta cadeira é o engenheiro agrônomo Silvio Harada”, comunicou o presidente do Poder Legislativo. O engenheiro Silvio Harada exerceu a vereança na Legislatura anterior, de 2013 a 2016. O pedido de quebra de decoro apresentado pelo advogado de São Paulo se baseia em abordagem policial envolvendo o veículo de propriedade da família da vereadora Professora Daniela e um telefonema que a tenente-coronel Márcia Crystal, comandante do 9º Batalhão de Polícia Miliar do Interior, fez para o policial que conduziu a abordagem. A votação do pedido de investigação será realizada na Sessão Ordinária da segunda-feira, dia 31 de agosto, durante a Ordem do Dia.