Marcos Rezende prestigia o tênis de mesa e ressalta reconhecimento internacional de Nelson Machado

por Ramon Barbosa Franco publicado 13/01/2020 17h56, última modificação 13/01/2020 17h56
O presidente da Câmara Municipal de Marília participou da abertura da 27ª Clínica Internacional de Tênis de Mesa realizada no último sábado, no colégio Criativo

O presidente da Câmara Municipal de Marília, vereador Marcos Rezende (PSD), participou da abertura da 27ª Clínica Internacional de Tênis de Mesa, realizada no ginásio de esportes do colégio Criativo, unidade II. Organizada pelo expert em tênis de mesa e técnico de renome internacional, Nelson Machado, a clínica reunirá ao todo 90 atletas, sendo 48 participantes da faixa etária dos 11 aos 14 anos, e 42 de 15 a 19 anos. Presenças de atletas e técnicos de grandes feitos, como o técnico da Espanha, Abílio Cruz, presidente da Federação Mato-grossense de Tênis de Mesa, Sandro Abrão, dirigente regional da Secretaria Estadual de Esportes, Nilton José de Mora Júnior e o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Nelson Mora. Nelson Mora representou o prefeito Daniel Alonso (PSDB) na solenidade de abertura do evento.
“Nelson Machado é um técnico que muito honra Marília, levando o nome da cidade para outros países, inclusive da Europa, sendo uma referência no ensino de tênis de mesa tanto no Brasil, como no Exterior”, afirmou Marcos Rezende. O método Nelson Machado de tênis de mesa, desenvolvido pelo técnico ao longo de mais de 30 anos de atividades didáticas e esportistas, é adotado pela região autônoma de Extremadura, na Espanha. A rede de ensino do município espanhol e os professores de Educação Física utilizam o método do mariliense para o ensino de tênis de mesa e o aperfeiçoamento dos atletas. “O governo de Extremadura está prestando homenagem ao técnico Nelson Machado, que muito faz pelo tênis de mesa na Espanha”, disse o espanhol Cruz, que frequenta Marília há 20 anos.
Marcos Rezende ressaltou que o incentivo das práticas esportivas só produz ótimos frutos e citou exemplos de superação e vitória graças ao tênis de mesa. “Temos ótimos exemplos de alunos da rede municipal de ensino que hoje são destaques no esporte, como no tênis de mesa”, afirmou. Um destes exemplos é o jovem técnico da Seleção Paulista de Tênis de Mesa, Fernando Shigetoni, que começou a aprender tênis de mesa na Emef Américo Capellozzi, e hoje é profissional da área em Santo André. “Tinha 9 anos de idade quando conheci o tênis de mesa na escola Américo Capellozzi, no Jardim Lavínia”, comentou. Outro exemplo que o esporte em Marília desperta as potencialidades está no presidente da Federação de Tênis de Mesa do Mato Grosso, Sandro Abrão, que iniciou no esporte na cidade e atualmente vive na capital do Estado de Mato Grosso. Além de presidente da Federação, Abrão é vice-presidente da Confederação Brasileira de Tênis de Mesa (CBTM) para as regiões Centro-Oeste, Distrito Federal, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e para o Estado de Tocantins.