Vereador Albuquerque ressalta compromisso cumprido em dois anos do atual mandato

por Ramon Barbosa Franco publicado 26/12/2018 17h45, última modificação 26/12/2018 17h46
Desempenho do parlamentar que está em seu 4º mandato na Câmara Municipal de Marília é destaque na imprensa da região de Marília
Vereador Albuquerque ressalta compromisso cumprido em dois anos do atual mandato

Uma das leis de autoria do vereador Albuquerque que é mencionada na reportagem é a que proíbe trotes abusivos nos semáforos da região central

O trabalho do vereador José Carlos Albuquerque (PRB), que exerce atualmente seu quarto mandato e desempenha a função de primeiro-secretário da atual Mesa Diretora, ganhou destaque na imprensa da região. Reportagem publicada pelo Jornal Cidade, de Marília e com circulação em cidades vizinhas, como Garça, Guaimbê e Oriente, trouxe momentos da trajetória do parlamentar municipal.

‘O vereador José Carlos Albuquerque (PRB), eleito com 1.887 votos para legislar por Marília nesta 19ª Legislatura, de 2017 a 2020, agradece o apoio e o empenho de todos os cidadãos que contribuíram para sua atuação no cargo de representantes do povo. Nestes dois anos, sua política de gabinete aberto, de representação direta, requerendo e solicitando reivindicações da própria população, ele avalia que conseguiu cumprir seu compromisso com o eleitor e toda a sociedade, e relembra entre as dezenas de projetos e centenas de requerimentos, duas leis que ajudou a instituir na cidade, que ajudaram a disciplinar melhor o convívio dos marilienses de forma mais segura e familiar’, publicou a reportagem do Jornal Cidade, veículo impresso que possui quase três décadas de atuação na imprensa de Marília e região.

Uma das leis de autoria do vereador Albuquerque que é mencionada na reportagem é a que proíbe trotes abusivos nos semáforos da região central. “Foi uma forma de disciplinar, de coibir a prática abusiva, oferecendo suporte legal para campanhas de orientação e educação, da promoção do trote cultural ou educativo, que brinque com a recepção dos calouros, mas que não coloque ninguém em risco”, destacou o primeiro-secretário.

‘Outra importante lei reguladora de autoria de Albuquerque’, continua a matéria do Jornal Cidade, ‘foi o cancelamento ou suspensão do alvará de funcionamento de estabelecimentos de festas ou eventos que sejam alvo de investigação de consumo ou tráfico de entorpecentes’. “O compromisso, a segurança dos clientes, dos jovens, deve estar acima dos interesses financeiros e a lei obriga os empresários a coibir o consumo e em decorrência o tráfico em seus locais de entretenimento”, concluiu Albuquerque. A reportagem foi publicada a página 8 da edição 1.315 do semanário Jornal Cidade. O periódico chegou às bancas na segunda, dia 24.