Vereador Maurício Roberto reivindica a revitalização do poliesportivo Pedro Sola

por Ramon Barbosa Franco publicado 18/03/2020 17h25, última modificação 18/03/2020 17h25
Requerimento do parlamentar detalha situações que precisam de reparos e melhorias num dos principais espaços para prática de esportes

O vereador Maurício Roberto (PP) solicita ao governo municipal, através das secretarias municipais de Obras Públicas, Meio Ambiente e Limpeza Pública, Esportes, Lazer e Juventude e Planejamento Urbano, que proceda a revitalização do poliesportivo Pedro Sola, localizado na zona Oeste de Marília. “Estamos sugerindo, inclusive, que esta remodelação seja procedida através de uma parceria público-privada, as chamadas PPPs, haja vista que existem muitas situações que necessitam de reparos e manutenções”, contextualizou o parlamentar. Através do requerimento n.º 331/2020, o vereador observa que é necessário que seja realizada a capinação e limpeza do campo, bem como no entorno da pista de atletismo. “O mato está muito alto, causando risco aos usuários com aparecimento de insetos e animais peçonhentos. Anexo ao conjunto poliesportivo, existe terreno pertencente à Municipalidade onde a vegetação está muito alta, com muito mato e a copa das árvores muito fechadas, causando risco de aparecimento de insetos e animais peçonhentos, além de servir de esconderijo para meliantes e usuários de entorpecentes”, afirmou.

No campo de areia, destinado à prática de futebol, se encontra grande acúmulo de água, “necessitando ser colocada mais areia e que seja feita a reforma das traves de gol”, pontuou. As arquibancadas também precisam de reparos e, de modo urgente, Maurício Roberto defende a implantação de um sistema de drenagem na área externa da pista de atletismo. “Quando chove a pista é invadia pela água, ficando sem condições de uso”, disse.

Maurício Roberto ponderou que o local é muito frequentado por atletas amadores e que muitos já se destacam no esporte profissional. “Portanto, necessitam de um mínimo apoio por parte do Poder Público”, concluiu.