Vereadores auxiliam na condução de acordo para reinício das aulas no educandário Bento de Abreu

por Ramon Barbosa Franco publicado 07/02/2019 19h05, última modificação 07/02/2019 20h14
Encontro com característica de audiência pública aconteceu na sede do Ministério Público a pedido do presidente Marcos Rezende. Prefeitura fornecerá o transporte escolar. Prefeito de Marília Daniel Alonso priorizou o diálogo para encontrar uma solução
Vereadores auxiliam na condução de acordo para reinício das aulas no educandário Bento de Abreu

Nesta quinta-feira, dia 7, termo foi celebrado para garantir transporte aos alunos

Os vereadores de Marília auxiliaram diretamente para que o início das aulas no educandário Bento de Abreu, que atende 100 crianças e adolescentes das redes estadual e municipal de ensino, fosse reprogramado para a próxima segunda-feira, dia 11. A pedido do presidente do Poder Legislativo, vereador Marcos Rezende (PSD), os promotores Oriel da Rocha Queiroz (Patrimônio Público), Isauro Pigozzi Filho (Saúde Pública e Direitos Humanos) e Gustavo Henrique de Andrade Cordeiro (Infância e Juventude) participaram de encontro no Ministério Público Estadual em Marília, com representantes do governo municipal, diretoria do educandário Bento de Abreu, pais de alunos e vereadores. Estiveram os vereadores Marcos Rezende (presidente), Cícero do Ceasa (vice-presidente), Evandro Galete (primeiro-secretário), João do Bar (segundo-secretário), Delegado Damasceno (ex-presidente do Legislativo), José Carlos Albuquerque e Marcos Custódio. A vereadora Professora Daniela esteve representada pelo chefe de gabinete Beto Casagrande.

Durante o encontro, fizeram explanações o presidente da entidade, Pedro Luiz Alves, o presidente do Legislativo Marcos Rezende e os secretários municipais Ricardo Mustafá (ex-secretário da Administração, atual secretário da Saúde), Cássio Luiz Pinto (secretário da Administração) e Helter Bochi (secretário municipal da Educação). Após diálogo e considerações de vereadores presentes, dos promotores e da comunidade atendida (mãe de alunos expôs a situação de não ter local para deixar os filhos no período em que ela está no trabalho), o encontro – definido pelo promotor Oriel da Rocha Queiroz como uma verdadeira audiência pública – encontrou uma solução até a conclusão do chamamento público para efetivar a parceria entre Município e entidade. Governo municipal irá fornecer o transporte para os estudantes, neste primeiro momento, e se estabelecerá uma parceria para a garantia alimentar aos estudantes.

Nesta quinta-feira, dia 7, houve a assinatura do termo para cessão de transporte aos alunos do educandário. A celebração da parceria até a conclusão do chamamento público foi acompanhada pelo presidente Marcos Rezende e pelo vereador Maurício Roberto, presidente da comissão permanente de Justiça e Redação. Assinaram o termo pela Prefeitura de Marília os secretários Helter Bochi (Educação) e Cássio Luiz Pinto Júnior (Administração).

Antes da reunião na sede do MP, na segunda-feira, dia 4, os vereadores Marcos Rezende, Cícero do Ceasa e Delegado Damasceno estiveram na sede do educandário, localizado nas dependências do Patronato, na zona Leste. Na oportunidade, os parlamentares municipais dialogaram com a diretoria e voluntários da entidade, também participaram membros da comunidade São Vicente de Paula e a liderança religiosa do educandário, Irmão Gilson. Compareceu neste primeiro encontro, o secretário municipal de Governo, advogado Alysson Souza e Silva, que representou o prefeito municipal de Marília, Daniel Alonso. A partir da reunião de segunda-feira, dia 4, o prefeito Daniel Alonso e seu secretariado começaram a construir a alternativa para a manutenção da parceria com o educandário Bento de Abreu. Sobre a retomada das aulas e celebração do acordo, o presidente Marcos Rezende fez a seguinte observação: “Saímos bem satisfeitos, pois o encontro teve representantes dos três Poderes – Executivo, Legislativo e Judiciário – que, através do diálogo, chegaram a uma solução para o educandário Bento de Abreu. Até o chamamento público, a Prefeitura de Marília fornecerá o transporte escolar e a entidade assume as funcionárias da cozinha. O diálogo e o bom senso prevaleceram e o atendimento será retomado nesta segunda-feira”, salientou o vereador. O presidente da Câmara Municipal, Marcos Rezende, salientou o papel determinante do prefeito Daniel Alonso, que não mediu esforços para a manutenção das aulas no educandário Bento de Abreu.